Sabe qual é o melhor aquecimento para a sua casa?

Descubra as melhores soluções para combater o frio.

Apesar de Portugal ser dos países europeus com temperaturas mais amenas durante o inverno, a verdade é que somos também uma das populações que mais frio passa dentro de casa. A boa notícia? É que há sempre soluções de aquecimento para tornarmos o nosso lar mais confortável.

Antes de mais, existem algumas medidas – como verificar o isolamento das portas e janelas – que pode tomar para garantir que o frio não entra e o calor não sai. Depois disso, só precisa de escolher o tipo de aquecimento que lhe é mais conveniente. E há uma panóplia de opções, dependendo das suas necessidades, dos seus gostos e, claro, da sua carteira. Para o ajudar, reunimos algumas das vantagens e desvantagens de três tipos de aquecimento mais comuns.

Ar condicionado – este é cada vez mais o aquecimento de eleição para muitos portugueses. É dos sistemas mais eficientes e tem como grande vantagem o facto de poder ser utilizado durante todo o ano. Os modelos mais modernos não consomem muita energia, quando comparados com outras alternativas, e o único inconveniente é o custo inicial: a instalação pode ser bem mais dispendiosa comparativamente a outras soluções.

Aquecedor – quando se fala deste tipo de aquecimento, o mais comum é funcionarem a óleo ou a gás. Os aquecedores – qualquer que seja o tipo – são baratos, fáceis de transportar entre divisões e cumprem a sua função: manter a casa relativamente quente. A grande desvantagem é que demoram algum tempo a aquecer e só lhe permitem aquecer uma divisão de cada vez. Para além disso, os aquecedores a óleo implicam elevados custos com a energia. Já os aquecedores a gás, para além de ser necessário substituir a botija, apresentam algumas questões de segurança: deve ter a casa bem ventilada para evitar concentrações elevadas de monóxido de carbono e não deve nunca deixar este tipo de aquecedores a funcionar enquanto dorme.

Salamandra – As salamandras são uma boa opção para quem vive em moradias. São mais compactas que as lareiras, aquecem bem a casa e são bem mais fáceis de manter. Para além disso, são mais seguras já que o fumo e as partículas são libertados para o exterior através de um sistema de tubagem. As salamandras são também uma opção mais sustentável que as lareiras, já que utilizam pellets: um biocombustível renovável e neutro em carbono, feito a partir de restos de folhas, serradura e madeira. O grande inconveniente é que o preço de aquisição e instalação deste tipo de aquecimento é, por norma, bastante alto.

 

Agora que já conhece três tipos de aquecimentos diferentes, espreite a nossa galeria de produtos, que pode encontrar na Worten e na Fnac do nosso Centro.

*Os produtos aqui apresentados não dispensam a consulta de preços e disponibilidade no nosso Centro.

Categorias
Casa
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço